Maria Bueno

Tumulo_historia_210412

O povo é um inventa-línguas e um inventa-santos. Maria Bueno, santa canonizada pelo povo curitibano, repudiada pela Igreja, foi assassinada a navalhadas pelo amante ciumento no dia 29 de janeiro de 1893. A Lua estava em Câncer, no signo da Mãe, e o Sol em Aquário, no signo dos acidentes, segundo alguns. Quem conta bem essa história é o Valêncio Xavier. Resumindo, seguindo Xavier, a história de Maria Bueno, a santa curitibana, é mais ou menos assim:

De cor parda (sic), 28 anos, lavadeira, Maria Conceição Bueno teve quase a cabeça separada do corpo e as mãos à navalhada. Note o ‘quase’, por favor. Motivo? Ciúmes. Mas há controvérsias. Segundo a versão dos detratores de Maria, Diniz, seu amante, teria a proibido de ir ao bordel naquela noite. Ela desobedeceu. Como castigo, foi assassinada. Segundo os devotos, Maria Bueno foi morta ao resistir à tentativa de Diniz de estuprá-la, quando voltava de seu trabalho como lavadeira. Seu amante, Inácio José Diniz, foi preso, julgado e… absolvido.

Anos mais tarde, Diniz comete latrocínio quando da invasão pelas tropas federalistas. Pelo crime teria sido degolado por ordens do comandante federalista Gumercindo Saraiva. Para os fiéis de Maria Bueno, este é o primeiro milagre da santa: teria feito justiça com as próprias mãos. Uma santa justiceira.

Por ser prostituta, segundo alguns, os padres da Matriz recusam-se a enterrá-la. Missa? Muito menos. Outro motivo da recusa dos padres seria por Bueno ser praticante de outra religião. Umbanda? Candomblé? Maria Bueno pomba-gira?

Em 1948, Sebastião Isidoro Pereira psicografa “Maria Bueno”. Nesta visão, a santinha seria morretense, a última filha de 7 filhas mulheres. Convive com os maus tratos do pai alcoólatra e por isso vai viver com a irmã em São Luis do Purunan. Bonita, Maria Bueno provoca amores pecaminosos por parte do seu cunhado. Prevendo o pior, decide ingressar-se num convento. No entanto, os padres mandam-na para Curitiba, aos cuidados de um casal de velhos. Morto o marido, passa a ajudar a viúva fazendo serviços domésticos.

Na madrugada da sua morte, atendia uma festa, quando recebe um chamado da viúva. Embora fosse tarde, retorna para casa atravessando um matagal na rua Campos Gerais, a atual Vicente Machado, entre Visconde de Nácar e Visconde do Rio Branco. Zona do meretrício da época. Lá se encontra Diniz, emboscado. Tenta violentá-la e, ao defender-se, é degolada. Essa versão é adotada pelos devotos.

Arnaldo Azevedo, da década de 60, cria a Irmandade Maria Bueno e resolve construir uma capela no túmulo dela. 7 virgens, médiuns e 7 videntes são convocados. Através de uma das virgens em transe, Maria Bueno concorda com a construção, reconhece como sua foto onde uma moça veste blusa com zíper. Foto essa que vai orientar um menino de dez anos a esculpir a imagem da “branca” Maria Bueno. A capela no túmulo é inaugurada no Cemitério Municipal em 1962. Com a construção novas lendas ao culto. Uma delas é a ocasião do incêndio provocado por ladrões ao tentar roubar o cofre onde os fiéis depositam suas doações. Maria Bueno teria apagado o fogo.

Os pedidos para Maria Bueno, no início, eram para casos de amor. Hoje em dia, faz milagres de cura.

Maria Bueno devolveu a fé a Raul Cruz.

Maria Bueno rendeu livros, estudos, peças de teatro (Raul Cruz), telas (a imagem acima é de Alfredo Andersen), filmes e continuará rendendo. O povo inventa-santos precisa cultuar sua imaginação.Maria Bueno é a Vênus em Peixes do mapa de Curitiba.

http://saturnalia.com.br/2010/01/maria-bueno/

9 ideias sobre “Maria Bueno”

  1. Maria bueno peço que VC minha santinha devolva minha vida que perdi e possa recuperar tudo que tiraram de mim em 14 anos agradeço desde já pela sua atenção ,pôs hj poderia estar pior mas sempre tive ti no meu coração ….. Amém

  2. Maria da Conceição Bueno , ajude meu filho a sair da cadeia , foi feito uma armadilha p pegar ele , e ele caiu , infelizmente não e o que nos mães queremos para nossos filhos mais tenho fé em Deus primeiramente e em Nossa Senhora Maria da Conceição Bueno meu filho vai ser libertado , obg por essa graça que tanto almejo. amém. 🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌🙌

  3. Sabendo dos milagres realizados por Maria Bueno, minha avó materna e sua filha pequena Dinazalda, foram na década de 50, ao Cemitério Municipal para rogar preces à M. Bueno, chegando lá, não sabia onde seria o túmulo, e, sendo analfabeta muito dificilmente encontraria, foi quando pediu ajuda à Maria Bueno para que a conduzisse até o jazigo, sendo atendida por uma moça de branco,que andava pelo ar, segundo a mesma relatava, chegando no local sagrado a moça sumiu, nome da minha avó: MARIA!!!

  4. Minha querida santinha agradeço pelas graças recebidas. Entrego em tuas mãos espirituais meu pedido desde ja agradeço!. NUNCA um pedido ficou no esquecimento imediata resposta sempre obtive de ti QUERIDA! E EM troca da tua maravilhosa AJUDA socorrerei todos QUE vierem NO meu caminho. Amém

  5. Fiz um pedido e ainda fui bem egoísta e dei um prazo para o acontecimento e fui atendida dois dias antes do prazo e hoje quero agradecer! Obrigada Maria Bueno que nunca me faltou! Ave Mari cheia de graça, o senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres, bendito é o fruto do vosso ventre Jesus. Santa Maria mãe de Deus Rogai por nós os pecadores, agora e na hora de nossa morte, Amém!

    1. Crença eh pra quem crê…ter fé e para os q tem coração e ser humilde eh estar diante de Deus e seguindo com sua fé…Maria bueno tem me ajudado muito…creio q por entremeio dela eh q estou em liberdade…amem obrigada Maria bueno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *