Homenagem à Maria Bueno, a “santa do povo”, fechou desfiles

tn_620_600_confeccoes040800

O estilista Silmar Alves fechou a 2ª edição do Paraná Business Collection, na sexta-feira, com uma emocionada homenagem à Maria Bueno, a prostituta assassinada pelo amante em 1893 e que se transformou em uma espécie de “santa do povo”, muito embora não tenha sido canonizada.

Com 13 anos de profissão e um nome consolidado no cenário da moda paranaense, Alves, que é professor no curso técnico de moda do Senai e no da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), já homenageou vários símbolos e personagens do estado, como Paulo Leminski e Dalton Trevisan.

O estilista conta que se emocionou várias vezes nas madrugadas em que se debruçou sobre a coleção, toda em tons de areia e vermelho vivo. A flor é um elemento simbólico de Maria Bueno.

Segundo a crença popular, teriam nascido rosas no local onde ela foi assassinada, na Rua Vicente Machado. O estilista escolheu o algodão e sobras de tecidos texturizados para o belo desfile de 28 looks, com cenário de rosas vermelhas. Mais uma vez, primou pelo trabalho artesanal – com aplicações de flores de crochê, bordados em canotilho e linha de algodão – e a alfaiataria – presentes em corselets e vestidos. A figura de Maria Bueno aparece como complemento estampando algumas peças. O cabelo das modelos seguiu o estilo chanel parecido com o que ela usava.

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=793364&tit=Homenagem-a-Maria-Bueno-a-santa-do-povo-fechou-desfiles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *